Circuito Alternativo – Yamaga – Liberdade – São Paulo

Na grande maioria das vezes que comemos em restaurantes japoneses, acabamos optando por algum que tenha o sistema rodízio, principalmente porque os japoneses à la carte em São Paulo acabam fugindo e muito do nosso orçamento e muitas vezes acabam perdendo a noção. Sem entrar na discução se vale a pena, não é muita gente que pode desembolsar R$ 988,00 por um menu degustação como aconteceu no kinoshita a algum tempo.
Claro que você quase nunca vai comer iguarias em um rodízio e é por isso mesmo que encontrar um restaurante à la carte, de qualidade e bom preço é uma tarefa nada fácil.
Com certeza uma destas opções é o Yamaga, na liberdade.

Indicado por um amigo como excelente opção para comer comida japonesa feita para a colônia e com preços camaradas, o Yamaga superou todas as expectativas, se mostrando um restaurante simples e corretíssimo, como tudo nesta cultura impressionante.

Ao sentar, já somos recepcionados com um “agrado” que é esta salada de bifum com lâminas de pepino japonês e um tempero parecido com o do sunomono clássico, mas com pouca acidez.

Enquanto escolhíamos o que comer, pedimos o missoshiro da casa, que já é famoso por conter pedaços de massa de tempurá junto com o tofú e a cebolinha. A massa crocante dá um toque especial, fica realmente muito bom.

E para beber uma caipirinha de saquê maravilhosa e com preço justo. Vale a pena.

O cardápio é bem tradicional, com pratos quentes como os Teishokus, que mostraremos mais abaixo, Udons, que são as massas e combos que vem um pouco de pratos quentes e sushis, além é claro dos pratos frios, com sushis, sashimis, temakis, etc… e os preços são realmente justos.

Como estávamos em 3 pessoas que comem bem, pedimos algumas entradas, um combinado para 2 pessoas e um Teishoku para experimentar.
Para começar a noite com o pé direito pedimos 2 pares de sushis de ovas de peixe voador e uma porção de ossomaki de ouriço do mar. Extremamente frescos e suculentos foram entradas perfeitas.

Estava tão bom que acabamos pedindo mais um par de sushis de ovas de peixe voador, além de um temaki e uma porção de ossomaki de atum. O papo estava ótimo e ninguém estava com pressa.

O combinado para duas pessoas veio bem servido. Muitos sushis não aparecem na foto por estarem embaixo das folhas de shiso. Apesar de aparentemente normal, esta barca revela sutilezas maravilhosas como o corte dos sashimis, os delicados brotos de trevo servidos juntos ao sushi de camarão, o sabor do salmão de verdade e a textura da lula simplesmente perfeita. 

Para finalizar,  pedimos um tepanyaki teishoku de peixe. O teishoku é um combinado com missoshiro, gohan (arroz japonês), salada de gengibre  muito boa, legumes em conserva e uma carne ou peixe que pode ser crú, mas como pedimos o teishoku tepan, veio um belíssimo tepanyaki de anchova com legumes na chapa de ferro acompanhando. Teoricamente tudo isso é para uma pessoa, mas tem que comer muito bem para conseguir comer tudo e o custo é de 39 reais.
O Yamaga foi uma grata surpresa e quebrou o paradigma de que restaurante japonês à la carte é caro demais. Ele é mais uma descoberta maravilhosa nesse circuito alternativo da liberdade. Valeu Claudião!!
Restaurante Yamaga
Rua Tomáz Gonzaga, 66 – Liberdade – São Paulo
Não tem site.

andreleiras

Cozinheiro, blogueiro e viajante!!! Amo viajar, gastronomia e tudo que a vida tem de bom!!!

Um comentário em “Circuito Alternativo – Yamaga – Liberdade – São Paulo

  • 7 de março de 2016 em 02:52
    Permalink

    Ja fiz a reserva mas este poste me deixou animado demais de conhecer algum outro restaurante oferecendo aconchego, tradicao, qualidade por um preco honesto. All boxes ticked.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *