Galinhada no Dalva e Dito – Alex Atala – São Paulo

Estivemos muito ocupados em projetos pessoais mas resolvemos tudo e voltamos a atividade. Para comemorar a finalização deste projeto resolvemos conhecer a já famosa Galinhada do Dalva e Dito, restaurante do Alex Atala aberto em 2009 que tem como objetivo servir comida brasileira e despretensiosa, mas claro que a expectativa é grande por se tratar de um grande chef.

      Já na entrada nos deparamos com um bar que servia bebidas para quem estivesse na fila de espera. A carta de bebidas é extensa, com muitos destilados e vinhos, mas pena que a única opção de cerveja era cerpa ou um chopp de uma marca que o garçon não soube dizer e de sabor que não me agradou. Provei o chopp e fiquei com a cerpa. A caipirinha de saquê tomada pela Laura também não agradou…estava aguada e sem sabor.
      O restaurante é bem elegante, buscando a sensação de um grande jardim de inverno. Com pé direito alto e mesas de madeira com acabamento rústico, nos sentimos muito confortáveis.
      A galinhada acontece todos os sábados em um horário pouco comum, da meia noite às 3 da manhã. Chegamos às 0:45hs e tivemos meia hora de espera ao som de um excelente trio de forró pé de serra. O ambiente estava agitado e badalado, com o chef e proprietário dando entrevistas e recebendo alguns convidados que deveriam ser mais ilustres…

      O serviço funciona como um buffet, mas é servido diretamente na boqueta da cozinha toda em aço inox e repleta de equipamentos de última geração. Para quem gosta de cozinha profissional o lugar impressiona.

      No buffet além do tradicional arroz branco serviram um arroz de pequi, muito gostoso e de sabor marcante…

… a farofa de ovo muito gostosa também, não perguntei mas sou capaz de apostar que a farinha de mandioca usada na farofa e no pirão seja a farinha de Santa Catarina, que é bem fininha e somente seca, não torrada.

      Tinha também uma quiabada, com quiabos crocantes e muito bem feitos…

…além da galinhada, feita da forma tradicional, com galinha caipira de verdade cozida até soltar a carne dos ossos.

      O pirão era um capítulo a parte, simplesmente sensacional. A comida estava gostosa e correta, mas foi o pirão que me lembrou que eu estava comendo a comida do maior chef do Brasil. Estava perfeito.

      Também serviram asas de frango e costelinha de porco feitas na “televisão de cachorro” francesa que importaram especialmente para o restaurante.

O prato ficou bem servido e nos deliciamos na madrugada.

      Enquanto comíamos, no subsolo o forró animava muita gente que dançava e bebia como na balada, ao meio da impressionante adega de vinhos do restaurante. O lugar estava animado e super descontraído.

      No fim gostamos da nossa noite, nos divertimos bastante e comemos em um restaurante de alto padrão mas onde o preço da galinha é realmente muito barato. Uma ótima opção para um final de noite bem substancial.

Dalva e Dito
http://www.dalvaedito.com.br/
Rua Padre João Manuel, 1.115 – Jardins – São Paulo

andreleiras

Cozinheiro, blogueiro e viajante!!! Amo viajar, gastronomia e tudo que a vida tem de bom!!!

Um comentário em “Galinhada no Dalva e Dito – Alex Atala – São Paulo

  • 29 de março de 2011 em 03:17
    Permalink

    sabe que seu texto deu vontade de experimentar? anotado como balada de sábado
    abraços,
    Sonia

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *