Nem tudo em Paris são flores…

Como toda grande metrópole, Paris tem seus problemas de cidade grande… todo mundo nos dizia que “metrô é ótimo”, “ande de metrô” mas a verdade é que a praça da Sé está menos superlotada que o metrô de Paris. Tentamos pegar o metrô na noite que chegamos e nos arrependemos amargamente…
No outro dia pegamos 2 dias de pass em um “Hop on, Hop off” que são linhas de ônibus de turismo com segundo andar aberto que passam por 100% dos principais pontos turísticos da cidade com guia em 8 linguas pelo fone. Você pode descer em qualquer parada e pegar o próximo ônibus…eles rodam o dia todo e passam de 15 em 15 minutos em cada ponto. Usamos a linha até para ir em restaurantes durante os dois dias.

Fora o metrô, outro lugar que decepcionou foi a região do Gare de L’est… é uma região de imigrantes, muitos ilegais, onde vários grupos ficam bebendo em rodas no meio da rua como gangues… de mochileiro não tem problema, mas passeando com a esposa já fica mais complicado andar por alí…
Mas como tudo tem o lado bom, praticamente ao lado do Gare de l’est tem um mercado local, o Ville de Paris Marche St Quentin. Mercado pequeno mas muito gostoso com vários produtos locais e importados… até uma loja de produtos brasileiros com direito a azeite de dendê, goma de tapioca e guaraná tem por lá. Ainda não estava com saudades da terrinha, mas é legal ver nossos produtos em vários países.
Quantas pessoas jogariam esse queijo fora pelo cheiro ou pelo bolor? Mas é uma delícia!!!
Os peixes estavam bem frescos… pena que não tinha nenhuma cozinha pra fazer alguma coisa com eles…
Mas voltando aos problemas encontrados, fomos abordados umas 15 vezes por ciganos tentando aplicar o golpe do anel…são gangues que fingem achar um falso anel de ouro como se fosse do turista e tentar estorquir dinheiro…não sei bem como funciona porque ignoramos todas as tentativas, mas ficamos muito irritados com a insistência dos ciganos…

Mesmo com os contratempos, Paris é uma cidade espetacular, tem muita coisa diferente, até uma “towner restaurant” hehehe deve ser o menor restaurante do mundo!!!

Outra coisa que impressiona em Paris é a elegância da parisiense, claro que a temperatura de 10 graus ao meio dia ajuda bastante a moda…

Cidade imperdível para qualquer viajante. Arte, cultura, gastronomia, arquitetura, nessa cidade tudo se funde e faz o que impressiona tanto em Paris…

Mas é claro que não se pode falar de Paris sem falar dos macarons… esse doce francês é algo dos deuses. E se você já chegou até aqui tem que comer os macarons da Fauchon que é uma boutique de alimentos de alto nível aberta desde 1886 no mesmo lugar, na Place de la Madeleine. Lá eles tratam os alimentos como as verdadeiras jóias que são e produzem verdadeiras pérolas gastronômicas, como seus croissants, Eclair (bomba), Madeleine (bolinho amanteigado) ou seus macarrons.

Paris – França

andreleiras

Cozinheiro, blogueiro e viajante!!! Amo viajar, gastronomia e tudo que a vida tem de bom!!!

4 comentários em “Nem tudo em Paris são flores…

  • 21 de janeiro de 2011 em 14:09
    Permalink

    curioso isso…passei 5 dias em Paris, com filho adolescente, andei de metrô, qse todo tempo, e não peguei 1 q estivesse nem perto de estar cheio… O trem que usei para ir a Versailles, mesmo sendo trem e sim, um publico diferente, não senti um clima hostil nem, desconfortavel. Ciganos, apenas vi…não fui abordada em nenhum momento. Talvez tenha sido a epoca do ano…

    Resposta
  • 21 de janeiro de 2011 em 18:12
    Permalink

    Andrea, pra gente tb foi uma surpresa ja q 11 em cada 10 pessoas recomendam fazer tudo de metro em Paris. Pode ter sido um momento ruim que pegamos com greves nos aeroportos e no TGV, inclusive vimos passeatas e muitos carros de policia por todo lado…qto aos ciganos chegou a ser piada…as vezes abordavam com o anel 2 vezes na mesma quadra…

    Resposta
  • 21 de janeiro de 2011 em 19:40
    Permalink

    Ben, basicamente macarons sao feitos de farinha de amendoas, claras em neve e acucar de confeiteiro…algo entre nosso suspiro e marzipan…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *