Recanto do Sol (Quinha) – Canasjurê – Florianópolis

Minha história em Florianópolis se faz em sua grande maioria no norte da ilha. Apesar de chegar na cidade aos 6 meses de vida (minha maior frustação) e passar até a adolescência entre o Santa Mônica e a Trindade, foi no norte da ilha que tive meus melhores momentos, seja sendo guia turístico dos passeios de Scuna quando morava em Canasvieiras moleque, seja quando moramos eu e Laura por alguns anos em nosso ap em Jurerê  depois que ficamos juntos. 

As duas praias são “vizinhas” mas entre elas existe um cantinho do paraíso. São 4 praínhas que juntas formam o que os nativos chamam de Canasjurê. Três dessas praias são bem pequenas e só tem acesso atravessando as pedras ou caminhando pelo mar já que condomínios foram construidos e não permitem acesso por terra, o que é ilegal já que praia é terreno de marinha. Na quarta praia você pode vir caminhando por 5 minutos de Jurerê, ou entrando em meio a algumas casas de pescadores até o restaurante da família que por décadas se chamou Quinha, nome do nobre pescador/proprietário, mas por brigas famíliares hoje se chama Recanto do Sol.

Independente do nome, o lugar é um espetáculo, até possui uma área interna com piso, mas aqui o melhor atendimento fica na areia, de frente para o mar

À esquerda pode-se ver a praia de Jurerê e Jurerê Internacional, além do trapiche da Marina que fica à poucos metros do restaurante.

Fomos passar o dia inteiro na praia, curtindo todas as horas possíveis. Durante muito tempo ficamos só petiscando, relembrando todos os sabores deste maravilhoso lugar.
Começamos com uma excelente ostra gratinada, feita com ostras frescas do Sambaqui e catupiry de verdade…

…indo logo em seguida para estes deliciosos pastéis de camarão super sequinhos.

O pastél veio muito bem recheado de camarões pequenos super saborosos.

Entre um petisco e um banho de mar, uma caipirinha de cachaça de alambique que estava das melhores que tomei na ilha.

Ainda comemos um bolinho de siri delicioso antes de almoçarmos. Pode parecer muita comida, mas passamos muitas horas na praia e no fim de tarde precisávamos de uma refeição completa

E a pedida foi este camarão na moranga único. O prato é maravilhoso, custa 96 reais , acompanha arroz e batata palha e quatro pessoas dificilmente conseguem comer. 

Claro que missão dada é missão cumprida e após lutarmos bravamente fomos elogiados pelo Lula, garçon que nos atendia muito bem e admirou a proeza.

Mais um dia mágico nessa viagem… não é a toa que minha terra também é conhecida como a Ilha da Magia.



Recanto do Sol
Rod. Tertuliano Brito Xavier, 2573 – Canasvieiras (Canasjurê) – Florianópolis
48 3266-2086

andreleiras

Cozinheiro, blogueiro e viajante!!! Amo viajar, gastronomia e tudo que a vida tem de bom!!!

4 comentários em “Recanto do Sol (Quinha) – Canasjurê – Florianópolis

    • 17 de maio de 2012 em 02:22
      Permalink

      Isadora, o camarão estava espetacular, mas lembre-se de levar no mínimo 3 pessoas junto com você se não quiser levar uma moranga cheia de camarão pra casa hahaha obrigado pela visita!!! gde abç

      Resposta
  • 22 de maio de 2012 em 15:30
    Permalink

    André, aqui é a Raquel, nos conhecemos no casamento desse sábado no Spago, tudo bem? Já anotei todas as dicas de Paris, muito obrigada! Recebeu os brownies que mandei pra você, pro Cláudio e pro Bertolazzi no domingo? Um abraço e obrigada mais uma vez pelas indicações!

    Resposta
    • 23 de maio de 2012 em 02:24
      Permalink

      Raquel que bom que gostou das dicas!!! São essas horas que o blog faz o seu maior sentido.
      Nossa, que brownie era aquele??? Simplesmente perfeito!!! Muito obrigado mesmo pela lembrança.

      Grande abraço e boa viagem!!!!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *