Rey Castro – Um pouco de Cuba na Vila Olímpia

Nossa ida ao Rey Castro foi a salvação de uma noite que parecia que ia terminar mal. Com a visita de minha prima Michele e seu namorado vindos do Rio, por pedido deles que queriam conhecer um Pub resolvemos levá-los no Dublin. Na saída para o Pub já caiu um temporal daqueles que só quem mora em São Paulo sabe do que estou falando… tudo alagado e parado. Quando chegamos no lugar, que estava vazio, nos cobraram 50 reais homem e 30 reais mulher só de entrada e não nos deixaram sentar em nenhuma das diversas mesas vazias pois TODAS estavam reservadas. Chegamos cedo no bar, iríamos pagar 160 reais de entrada e não podíamos sentar??? Claro que fomos embora, atravessamos a rua e fomos conhecer o Bar Cubano Rey Castro.

Já tínhamos ouvido falar no Rey Castro como o melhor lugar na cidade para dançar salsa e merengue. Como fomos em uma quinta feira seria noite de Souk.

A casa temática tem toda uma ambientação que remete a Havana Vieja, um ambiente muito gostoso com vários espaços para dançar além da área em frente ao palco.

Todos os garçons vestidos como militares cubanos e fotos de Fidel estão por todo o salão.

A carta de bebidas é bem latina, com vários mojitos, tequilas e margaritas. Além disso tem uma boa carta de cervejas com preços justos.
A equipe de barmen do lugar está de parabéns. Tomei a melhor margarita da minha vida. A primeira veio com muito sal, pedi para diminuir e depois veio perfeita. Tomamos também um excelente caipiroska de kiwi e uma Erdinguer para o André xará.
Infelizmente a câmera ficou bêbada e não pude tirar a foto do drink que mais me surpreendeu. O Mojito Imperial que custava 22 reais e era feito de Rum Havana Club, prosecco, suco de limão, hortelã e açúcar. Sensacional.

Com cardápio latino, a maioria das opções eram de comida mexicana com algumas opções cubanas. Pedimos para começar uma porção dos Nachos Rey Castro (20 reais) . As tortillas chips estavam gostosas, mas não vieram gratinadas com queijo parmesão como descrito no cardápio. De acompanhamento dips de Pico de galo muito bom mas para mim suave, Guacuamole muito saborosa, chili com carne meio seco, sour cream e um molhinho tipo cheddar.

Também pedimos a Ropa Vieja, No cardápio dito como o prato mais típico de Cuba, a base de carne seca com cebola, alho, tomate e vinho branco. O prato estava sensacional, bem servido e ainda trouxeram prontamente mais torradinhas quando solicitamos (22 reais)

O Rey Castro reserva cada dia da semana para um ritmo. As quartas promovem aulas de salsa e merengue, enquanto quinta o ritmo principal é o souk.
Como era quinta feira, o Souk ficou por conta da banda Espírito Cigano, uma ótima banda que já conhecíamos pois tocaram em um casamento que fomos em Santos.

Na concorrida pista, profissionais e amadores se divertiam dançando cada um de seu jeito.

Adoramos conhecer o lugar e com certeza pretendemos voltar sempre que bater uma vontade de curtir um ritmo latino. A casa ainda possui outra unidade em São Bernardo.



Rey Castro
R: Ministro Gesuíno Cardoso, 181 – Vila Olímpia – São Paulo
http://www.reycastro.com.br/

andreleiras

Cozinheiro, blogueiro e viajante!!! Amo viajar, gastronomia e tudo que a vida tem de bom!!!

4 comentários em “Rey Castro – Um pouco de Cuba na Vila Olímpia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *