Uma nova visita ao Restaurante do Cabral – Costa da Lagoa – Florianópolis

Já fazem alguns anos que escrevi sobre o Restaurante do Cabral (post aqui). Era verão de 2011, o blog tinha apenas alguns meses de vida e esta era a primeira vez que escrevia sobre minha terrinha querida.
Sempre que vou para Floripa visito o Cabral no verão ou no inverno. Mas desta vez vi algumas novidades que fazem jús a mais uma postagem sobre este paraíso.
Nestes 3 anos vimos algumas melhorias sem agressão a natureza ou a rotina da comunidade que vive no lugar. Hoje as visitas para a Costa da Lagoa estão mais profissionais com guias para as trilhas ecológicas, cachoeiras e indicações para os restaurantes.

Uma cooperativa de barcos, a Cooper Costa, garante a travessia pela lagoa para moradores e turistas até os mais de 20 pontos de parada em meio a mata atlântica.
São vários barcos trabalhando e nunca tivemos trabalho nem para ir nem para voltar para o centro da lagoa o bairro do Rio Vermelho.

Todos os pontos de parada são de pequenas vilas, casas ou restaurantes que atendem os turistas e moradores da cidade. Peça para parar no Restaurante do Cabral que fica no ponto 19. Além do restaurante, o Cabral também possui uma pequena pousada para aqueles que querem ter uma experiência mais intensa.

Claro que se você tiver um Jet Ski ou uma lancha na marina da Lagoa da Conceição em 10 minutos você chega no Cabral. Por isso aconselho para quem vem com os barcos da cooperativa que venha cedo para não chegar aqui e pegar o restaurante lotado, principalmente no verão e finais de semana.

Estávamos em 6 pessoas e passamos o dia inteiro neste paraíso. A cozinha aqui serve o que foi pescado e provamos uma das iguarias de Florianópolis que é o Siri azul que aqui cresce muito e fica bem carnudo. Claro que tem menos carne que seu primo carangueijo mas o sabor é bem melhor.

Começamos com a casquinha de siri super recheada e muito saborosa. Aqui a casquinha de siri vem dentro da própria casquinha do siri.

Claro que não podíamos deixar de comer o filé de Carapeva. Peixe nativo da Lagoa da Conceição que até hoje só encontrei por aqui. A Carapeva é um peixe muito saboroso, de carne muito branca e macia. Vale a pena conhecer esta delícia.

Em um determinado momento nos ofereceram um prato de siri refogado. Feito de forma muito simples o siri estava espetacular. Carne de siri pura, fresca e de verdade, com direito a uma boa quantidade de ovas vindo junto.

Um lugar para esquecer todas as preocupações e ser feliz, onde pouco é muito e o muito é desnecessário.

Continuando nossa viagem gastronômica à cultura ilhoa, pastél de berbigão, um clássico da ilha. Para quem não conhece, o berbigão é um tipo um vôngole, primo do marisco. O sabor é intenso e a textura parecida com carne. Moqueca de berbigão é um dos pratos que mais gosto na vida. Bem que o Cabral podia servir moqueca de berbigão…se quiser mando a receita da minha.

Da ponta do trapiche podemos ver alguns dos pontos do barco com seus respectivos restaurantes. Já conhecemos alguns, mas sempre voltamos para o Cabral que é um pouco mais caro que os outros mas tem uma qualidade incomparável.

Já no final da tarde pedimos um prato misto de frutos do mar com carapeva, camarão a milanesa e ao alho e óleo maravilhoso, lula a dorê e bolinhos de peixe. Só mudaria o bolinho de peixe que desaparece no meio de tanta coisa bem mais gostosa.

`
Não esqueça de pedir a caipirinha de cachaça artesanal da casa, uma cachaça muito especial. Na hora de ir eles passam um rádio para a cooperativa que prontamente manda um barco nos buscar. 

Um programa imperdível na ilha e para o dia inteiro. Saímos do bairro Rio Vermelho mas existem barcos que saem do centrinho da Lagoa, só que a viagem demora uns 45 minutos até o Cabral. Para quem está de férias também vale o passeio.

Restaurante do Cabral
Ponto 19 – Costa da Lagoa – Florianópolis
https://www.facebook.com/Costalagoa

andreleiras

Cozinheiro, blogueiro e viajante!!! Amo viajar, gastronomia e tudo que a vida tem de bom!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *